Os principais minérios do Brasil

Ferro

No final do século XVIII descobriu o ferro no Brasil passou a ser útilizado no século XIX, em Minas Gerais.

O Brasil é a quinta maior minerador do planeta, possuindo um extensa volume de minério. Com o elevado texto de ferro contido nesses minérios, o Brasil está entre os mais grandes produtores exportadores de ferro do planeta.

Os mais importantes minérios do ferro são:

Magnetita – 72,4% texto de ferro.
Hematita – 70,0% texto de ferro.
Limonita – 59,9% texto de ferro.
Siderita – 48,0% texto de ferro.

As jazidas mais importantes de ferro brasileiras são: Quadrilátero de Ferro (Minas Gerais), Cordilheira dos Carajás (Pará), Cômoro do Urucum (Mato Grosso do Sul).

Quadrilátero de Ferro de Minas Gerais

O Quadrilátero de Ferro de Minas Gerais é a principal extensão produtora de minério de ferro do Brasil, responsáveis por cerca de 75% da produção pátrio. Com 8.000km quadrados essa extensão abrange as cidade de Belo Horizonte, Congonhas do Torrão, Mariana Santa Bárbara.

A Companhia Vale do Rio doce (CVRD) é a maior empresa produtora de minério de ferro do Brasil, fornecendo tanto para o mercado extrínseco quanto para o interior.

A maior parte das produções para o mercado extrínseco é escoada pela caminho de ferro Vitória-Minas até o Porto de Tubarão, no Alma Santo.

Leia também:

Como funciona uma mina de diamantes?

Corrida do ouro na Califórnia em1848

 

Cabeça do Urucum em Mato Grosso

Está situado na localidade do Tremedal no Mato Grosso do Sul. Existem número reduzido de estorvos no aproveitamento dos recursos dessa extensão, como enorme intervalo dos mais grandes mercados de consumo, a baixa qualidade do minério. Por consequência, a produção desses minérios ainda é bastante pequena, é normalmente destinada para a Argentina Paraguai.

Cordilheira dos Carajás no Pará

Situada no Sudeste do Pará, é considerada uma das mais grandes jazidas de ferro do planeta, sendo desvendada em 1967 pela Companhia Meridional de mineração (subsidiária do U.S. STEEL Corp.).

Tem grandes reservas de ferro manganês, em média há uma produção mineral de 50 milhões de toneladas anuais. O minério é escorrido pela passeio Ponta da Madeira até o Terminal Itaqui, em São Luís, no Mentira.

A Companhia Vale do Rio Doce detém o recta de exploração da Cordilheira de Carajás.

Manganês

O Brasil tem a sexta maior suplente do planeta de manganês, sendo por volta de 53.790 toneladas. As jazidas de manganês mas essenciais estão localizadas no Monte dos Carajás (PA) no Quadrilátero do Ferro (MG).

Mais ou menos 95% do manganês é aproveitado na indústria, essa extensa utilização faz deste minério estratégico, porque seus primordiais usuários, como os EUA, França, Alemanha, Japão, não possuem reservas.

Alumínio

O Brasil ocupa a 3ª posição em suplente de alumínio, que possui a bauxita como o principal minério. As reservas mundiais de bauxita chegam a 28,8 toneladas, o Brasil tem 13,5% deste totalidade. Os depósitos estão localizados aos redores da área Amazônica, Amapá, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo Santa Catarina.

Cobre

É um dos metais mais consumidos mundialmente, ultrapassado somente pelo ferro pelo alumínio. Os minérios mas essenciais são os sulfetos, que contém até 2,0% de cobre.

As piores reservas de cobre do planeta estão no Chile (27,3%) nos estado Unidos (15,1%). O Brasil possui unicamente 1,9% das suplente mundiais uma produção que chega a respeito de 0,4% da produção universal, ou melhor, país é bastante carente deste metal, se constituindo um extensa comprador no mercado universal.

As jazidas brasileiras de minério de cobre mas essenciais são: Camaquã (RS), Caraíba (BA), Carajás (PA).

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Para garantir a sua segurança este sites faz uso de cookies